Trajetória 2005-2010

2005

A Deliberação Consepe 21/2005 de 01/06/2005, assinada pelo reitor do então Centro Universitário Municipal de São Caetano do Sul, Prof. Dr. Laercio Baptista da Silva, estipula a criação do stricto sensu em Comunicação. No dia 21/6/2005 houve a reunião entre os docentes com o Pró-reitor de Pós-graduação e Pesquisas do IMES, Prof. Dr. René Henrique Licht, em que foi apresentada a proposta integral do Mestrado em Comunicação, Área de Concentração em Comunicação e Inovação. O corpo docente era integrado pelos professores doutores: Elias Goulart, Gino Giacomini Filho (coordenador), Herom Vargas, João Batista Cardoso, Mônica Pegurer Caprino, Priscila Ferreira Perazzo, Regina Rossetti e Roberto Elísio dos Santos. Esses docentes constituíram oito grupos de pesquisa junto ao CNPq, pesquisadores que formariam o futuro Núcleo de Estudos em Comunicação e Inovação – NECI Neste ano, a antiga revista impressa IMES Comunicação (ISSN 1518-5958) publicada desde 2000, passa a denominar-se Comunicação & Inovação (ISSN 1809-564X), também no formato impresso.

2006

É formado o Núcleo de Estudos em Comunicação & Inovação (NECI), embrião do grupo que formaria o mestrado em Comunicação. O documento assim o apresentava: “O Núcleo de Estudos em Comunicação & Inovação (NECI/IMES), da Universidade Municipal de São Caetano do Sul – IMES, destina-se a integrar as pesquisas da Universidade, relacionadas à discussão da comunicação e inovação. Reúne professores e alunos dos cursos de graduação e pós-graduação em comunicação. No entanto, apresenta-se de forma interdisciplinar, podendo contar, em suas equipes de trabalho, com pesquisadores de outros cursos e áreas também preocupados em investigar o assunto.” No dia 24 de janeiro ocorre a primeira reunião da Comissão de Pós-graduação.

2007

É finalizado o livro Comunicação e inovação: reflexões contemporâneas, organizado pela professora Mônica Pegurer Caprino. No ano seguinte, o livro é publicado no formato impresso pela editora Paulus, São Paulo-SP. A obra trouxe as temáticas e conceitos centrais envolvendo a área de concentração do futuro mestrado em Comunicação, Inovação e Comunidades.

2008

O grupo decidiu estabelecer a denominação para a Área de Concentração para “Comunicação, Inovação e Comunidades”. Neste ano também, o mestrado recebeu a aprovação da CAPES e pode iniciar suas atividades formalmente (ofício nº 057-4/2008/CTC/CAA II/CGAA/DAV, de 1º de agosto de 2008).

2009

No dia 10/2/2009 houve a primeira atividade formal do curso com professores e alunos. O pró-reitor de Pós-graduação deu as boas vindas a todos.

2010

No dia 20/9/2010, Leandro Tadeu Novi defende a primeira dissertação. A revista impressa Comunicação & Inovação (ISSN 1809-564X), assume o formato online (ISSN 2178-0145). O Prof. Dr. Arquimedes Pessoni passa a integrar o corpo docente do curso.