Estudo volta-se para as estratégias adotadas pelas empresas para encantar os melhores talentos do mercado

(São Caetano do Sul – SP) –Atrair e reter talentos. Afinal, eles são os ativos mais importantes e valiosos que uma empresa pode ter. Muitas organizações não se preocupam em trabalhar sua imagem apenas diante de clientes, parceiros e imprensa – é preciso ser atraente também para os melhores profissionais no mercado. E eles estão de olho em muita coisa: desafios da função, ambiente de trabalho, perspectivas de carreira, o que a organização representa na sociedade e como a organização atende os seus stakeholders. Diferentemente do cenário estabelecido pelo modelo fordista no início do século XX, hoje as carreiras não são mais conduzidas pelas empresas, mas pelos próprios profissionais, sempre em busca de alcançar êxito profissional e melhor qualidade de vida.

O tema chamou a atenção da administradora de empresas e pós-graduada em Marketing, Nanci Horácio Preite, autora da dissertação “A comunicação no contexto de employer branding”. O termo, ela explica, “é um conceito da estratégia de gestão de talentos que se baseia em atividades de comunicação organizacional interna e externa a fim de atrair, reter e

engajar os empregados e potenciais empregados de alta competência”.

Em seus estudos, conversas com especialistas e estudos de casos múltiplos nos websites das empresas Itaú, Petrobras, Natura e Unilever, a pesquisadora revela que a comunicação surge como um novo subsistema de recursos humanos, representando uma quebra de paradigma no uso da comunicação para oferecer oportunidades de emprego. “As organizações fazem de seu website, além de website de terceiros, espaços para motivação, atração, recrutamento e seleção de candidatos e profissionais. Tanto nas mídias sociais digitais como em meios de comunicação de massa, há o propósito de estabelecer conexões, anunciar vagas de emprego, programas de estágio e trainee, enfim, proporcionar aos talentos algumas experiências com o que a organização tem a oferecer”, explica Nanci.

Mas se o objetivo é encantar e satisfazer seus funcionários e futuros funcionários, as empresas precisam terem mente também que não há employer branding se não houver, também, o reconhecimento da marca corporativa – ela precisa ser lembrada no mundo dos negócios.

“Outro aspecto relevante é quanto ao uso das mídias sociais digitais para promover a marca empregadora, destacando-se também a técnica de narrativas (storytelling) como novo recurso promocional que ajuda a construir um vínculo comunicacional forte e crível com públicos externos”. Para a pesquisadora, exibir narrativas de funcionários e ex-funcionários compartilhando suas experiências de trabalho numa organização é uma tendência forte. “As narrativas causam curiosidade e muitas delas em vídeo podem ser compartilhadas nas redes sociais dos potenciais candidatos, disseminando desde dicas nas entrevistas de emprego até as experiências vivenciadas em programas de voluntariado em causas defendidas pela organização”, conta.

Orientador da pesquisa de Nanci, o livre-docente e pesquisador da USCS, Gino Giacomini Filho, afirma que “a gestão da marca empregadora (employer branding) possibilita à empresa adquirir uma imagem de ‘bom empregador’, aumentando suas chances de reter atuais funcionários ou ser escolhida por futuros colaboradores, algo semelhante à marca mercadológica que é decisiva para o consumidor adquirir e se fidelizar com determinado produto”.

A dissertação de mestrado de Nanci Horácio Preite está disponível para consulta – na íntegra – no link:

http://www.uscs.edu.br/posstricto/comunicacao/dissertacoes/2013/pdf/nanci_horacio_preite.pdf

O programa de Mestrado em Comunicação da USCS objetiva contribuir com a geração e difusão do conhecimento científico no campo da Comunicação e, com isso, dar consecução à missão da USCS junto à comunidade interna e externa. Pretende ainda contribuir na formação de pesquisadores e docentes com visão crítica e científica do campo da Comunicação face a uma sociedade em constante transformação. Informações sobre o programa: http://www.uscs.edu.br/posstricto/comunicacao/.

Mais informações à imprensa:

Universidade Municipal de São Caetano do Sul – Assessoria de Comunicação

Luciano Domingos da Cruz – tel. 4239-3259 – e-mail: comunic@uscs.edu.br

11/12/2014

Pesquisa de mestrado na USCS investiga relações entre comunicação e employer branding